quarta-feira, novembro 21, 2007

Welcome To Punk Rock!

Três portugueses, um francês, um samoano, um marroquino, um argentino e um americano fazem consecutivas entradas e saídas em parques de estacionamento à procura de um paquistanês. Parece um início de uma anedota mas não é. Foi apenas o segundo precalço da noite, visto que o primeiro foi o ter que regressar à base para ir buscar um ingresso esquecido em casa (conseguem adivinhar quem se esqueceu? Vá lá, é fácil fácil...).





Encontrado o dito paqui, lá fomos em direcção do Pavilhão da Quinta dos Lombos, em Carcavelos. The Loved Ones davam os últimos acordes quando a comitiva se juntou aos outros três elementos que já lá se encontravam (duas + um - sendo que uma era a Catarina, a tal do fofo...). Depois foi a habitual troca de equipamento e afinação de intrumentos ao som de música ambiente. Quando se ouviu Damian Marley a cantar "Welcome to Jamrock", os artistas subiram ao palco - Eric Melvin, Eric Sandin, El Hefe e Fat Mike, colectivamente conhecidos como NOFX.





Fazendo de uma longa história um resumo, o que se passou a seguir foi: "It´s my job to keep punk rock elite", "Bob", "murder the government", "Eat the meek", "leaving jesusland", "instant crassic", "linoleum", "franco un-american", "Radio", "dying degree", "kill all the white man", "leave it alone", "soul doubt" - não necessariamente por esta ordem, e falta aqui muita coisa (tal como faltaram algumas classicas, mas para NOFX satisfazerem todo o seu público, o concerto tinha que ter umas cinco ou seis horas...).






Já tinha sido bom, já tudo tinha valido bem a pena (o merch e a cerveja até estavam a preços bem acessíveis), mas nada tinha preparado as poucas centenas que se deixaram ficar no recinto, para aquele que foi o encore mais longo que já presenciei. De luzes bem acessas e já com parte do set desmontado, Fat Mike e os Eric, juntamente com outros elementos do staff e de outras bandas, regressaram a palco para mais uns pozinhos de rock n roll. Começou com "New Happy birthday song?", e foi seguindo com "Minor Threat", "We´re Only Gonna Die", "Do What You Want" e outros clássicos Old School do cancioneiro punk rock. Foi um fartote, que só acabou quando tiraram mesmo o som dos mics e desmontaram a bateria. Fat Mike, que entretanto tinha sobrevivido a uma placagem sem deixar de tocar, saiu completamente amuado de palco, depois de o terem deixado "afónico". A pouco mais de um mês de completar a minha terceira década de existêncioa, não podia haver melhor concerto para fechar a minha década dos 20 anos!




Obrigado, voltem sempre.


PS - as fotos são todas do Cheech!

2 comentários:

PixaComXis Produxões disse...

Foi um concerto muito fofinho!

HR disse...

Alta posta! Alto concerto - punk old school é com NOFX!!